Deployment com o WDS

Srs, hoje venho comentar um pouco sobre o Windows Deployment Services.

2013-02-06_1355

Como vocês já devem conhecer, é um serviço já bastante antigo e também bem maduro, porém pouco utilizado nas empresas.

Nas empresas que trabalhei, sempre fiz questão de implantar um servidor WDS pela facilidade, organização e controle na implantação de imagens do Windows, seja Client ou Server.

Atualmente onde trabalho, implantei utilizando o Windows Server 2008 R2 e percebi inúmeras melhorias em relação as versões anteriores, da qual, já havia trabalhado.

Começando pela instalação e configuração do servidor que está muito mais simples e intuitivo, sem contar que o material (setup guide) disponibilizado no site da Microsoft esgota qualquer dúvida.

No link a seguir você tem basicamente tudo do que vai precisar: http://technet.microsoft.com/pt-br/library/cc772106%28v=ws.10%29.aspx

Um outro ponto que melhorou demais foi na parte de captura das imagens, pois para imagens simples você pode utilizar o próprio WDS para efetuar a captura e o SYSPREP para generalizar o computador com a imagem base.

2013-02-06_1351

Perceba na imagem acima a opção de “Capture Image” onde você poderá designar um servidor WDS e uma unidade de armazenamento temporário para criar a imagem e depois efetuar o upload.

Outro ponto muito bom é a possibilidade da criação de grupos de imagem para os vários setores e atividades-fim da empresa, pois permite que você mantenha organizado o seu WDS por área de atuação da empresa, por exemplo.

Também é possível integrar drivers específicos de rede na imagem de boot para permitir que um hardware mais novo possa ser implantado via WDS.

2013-02-06_1354

Sem falar nos grupos de drivers gerais por equipamento ou outro filtro qualquer que você definir.

Você também pode integrar ao DHCP para efetuar o boot PXE e evitar discos de inicialização ou pendrives.

2013-02-06_1350

Realmente, o WDS se torna uma ferramenta indispensável a qualquer estrutura organizada e controlada de grande porte pelo simples fato da possibilidade de manter um único repositório para a implantação de sistemas operacionais.

2013-02-06_1356

Em breve postarei outras dicas de como manter a estrutura de imagens atualizada, um pouco sobre o MDT 2012, Windows AIK e sobre o System Center também.

Fontes: http://technet.microsoft.com/pt-br/library/cc772106%28v=ws.10%29.aspx

http://blogs.technet.com/b/psilva/archive/2010/09/14/3355421.aspx

http://technet.microsoft.com/pt-BR/library/cc766320.aspx

Fica a super dica!

Abraços!

Alex Feleol

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s